sábado, 5 de maio de 2012

Evangélico sim, careta não!

Nasci em um lar ora Católico ora Evangélico. Sempre existiu esta divisão ou indefinição, pois a família do meu pai é Católica e a da minha mãe Evangélica. Mas não éramos muito praticantes. Hoje, minha família é evangélica assídua.
Primeiramente fui Batizado no Catolicismo. Fiz a 1ª Comunhão e Crisma. Alguns anos depois,  passei a frequentar uma Igreja Evangélica. Decidi-me Batizar nas águas. Alguns meses depois, comecei a fazer Faculdade de Letras e afastei-me da presença do Senhor. Passaram-se exatos doze anos sem frequentar uma Congregação, mas agora,  aos poucos, estou voltando para Honra e Glória do Senhor. Não está sendo uma volta fácil, devido a diversos obstáculos e, inclusive, algumas pessoas próximas sempre fazem piadas sobre a sua opção religiosa. Concluí que o Evangélico / Protestante, para muitos, é um cidadão / Cristão que é visto com um olhar torto pela sociedade, considerado erroneamente como um imenso careta que vive em mundo recluso criado propriamente por ele ou especialmente para ele. Mas na realidade não é bem assim que funciona. Quando as piadas acontecem, deixo as pessoas falarem a vontade. Fico quieto. Deixo o Espírito Santo trabalhar na vida daqueles que estão praticando tal atitude desreispeitosa. Só sei dizer uma coisa: Evangélico sim, careta não!
Não sou perfeito. Ninguém é. Vou, periodicamente, à Igreja. Não Congrego, ainda, em uma instituição definida. Estou a procura. Cometo pecados. Peço perdão. Leio a Bíblia. Leio livros diversificados. Trabalho. Estudo. Passeio. Divirto com os amigos. Falamos e pensamos besteiras. Rimos muito. Assisto televisão. Torço pelo Flamengo. Sou fanático por futebol. Ouço músicas distintas: Gospel, Sertanejo Universitário e outros estilos que tenham conteúdo. Acesso a internet. Leio notícias variadas. Tenho vários blogs, e-mail, facebook e orkut, dentre outras especificações.
Sou Evangélico. Sou Feliz. Sou eu mesmo!
Thiago de Meira Rezende

5 comentários:

  1. Parabéns pelo blog
    estou te seguindo siga o meu tbm
    http://kaikplanetmusic.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá Thiago, gostei mt do seu post, falando sobre um pokinho da sua história! Brigada pela visita no meu blog, to seguindo aki tb, bjs!

    rebeca-mello.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Muitos pensam assim mesmo; que somos caretas e não estamos na moda. Gostei da postagem. Visite-nos!

    ResponderExcluir
  4. Bem meu caro,vc não é muito diferente dos demais.acontece que vc só busca ter um pensamento mais flexível do que das outras pessoas do seu meio.eu me lembro,que quando eu pertencia a uma congregação eu era muito julgado pela minha forma de pensar e por causa de meus amigos,por não pertencerem ao mesmo circulo religioso.por isso,e bom ser imparcial sobre assuntos religiosos,uma vez que as pessoas julgam tanto um coisa sem ao menos conhece-la.em outras palavras,se vc se considera objeto de piadas por causa de sua religião;imagine se vc fosse do "judaísmo".uma vez,que eu da não vi nem na historia,e nem nas profecias um povo que sofreu tanto escarnio por causa de suas origem e religião.no entanto,já pensou se vc fosse "judeu" ao invés de um "cristão"?ai meu caro,vc ia vê que as coisas são mais complicadas do que se imagina.shalom!

    ResponderExcluir
  5. Paz Thiago!
    Muito interessantes as tuas palavras. No início da minha caminhada no Evangelho enfrentei vários problemas por ser diferente; mas não desisti, pois eles tiveram que me aceitar do jeito que eu sou. Hoje, nove anos depois, sou um obreiro muito respeitado no mesmo lugar aonde fui tão apedrejado. Quando persistimos naquilo que cremos e colocamos nossas dificuldades nas mãos do Senhor, Ele nos honra primeiramente fazendo alguma mudança que seja necessária e depois nos dando as ferramentas que precisamos para trabalhar.

    http://ebvirtual.blogspot.com

    ResponderExcluir

Quem acredita sempre alcança...

Obrigado pelo seu comentário!
Volte Sempre!
Abraços, Thiago!

Compartilhar